52 Visualizações



O encerramento do jubileu dos 75 anos da chegada a Cabo Verde dos primeiros missionários Capuchinhos italianos teve lugar na manhã do último Domingo, 30 de outubro, na Paróquia de São Lourenço, na ilha do Fogo.

Rádio Nova de Maria, em Cabo Verde

Presidiu à Eucaristia o Cardeal e Bispo de Santiago, Dom Arlindo Gomes Furtado e um grande grupo de Frades da Ordem, bem como os Sacerdotes das cinco Paróquias da ilha.

Presentes na celebração também o Ministro provincial, um Conselheiro da Província de Turim e um frade capuchinho, capelão dos cabo-verdianos em Génova (Itália), autoridades sedeadas na ilha e centenas de fiéis de todos os cantos da ilha do Fogo, onde os filhos de São Francisco abriram e concluiram o ano jubilar.

Um ano de graça para estas ilhas disse o Frei Matias Silva, Custódio dos Irmãos em Cabo Verde.

Muitas actividades constaram da agenda e marcaram o País durante nove meses como celebrações em todas as ilhas onde vivem e trabalham os frades, exposições fotográficas, encenações que relembraram as marcas deixadas pelos primeiros missionários, mesas redondas enriquecidas com testemunhos de pessoas que viveram com eles, conferências para analisar o contributo que os Capuchinhos deram ao País, ao longo destes 75 anos e o que a Igreja e a sociedade ainda esperam dos mesmos, não só no concernnte a fé, mas também na área social e cultural e noutras vertentes.

Mesmo sem passar pela fraternidade nos Estados Unidos, o Frei Matias Silva diz-se satisfeito pela caminhada.

Os quatro primeiros padres missionários Capuchinhos italianos chegaram a Cabo Verde em julho de 1947, ano de grande seca e de uma grande crise social e religiosa. Hoje a Congregação marca presença nas ilhas de Santo Antão, São Vicente, São Nicolau, Santiago, Fogo e Brava.

Reza a história que na altura em que chegaram esses filhos de São Francisco ao arquipélago a pedido do então Bispo de Santiago de Cabo Verde, Dom Faustino Moreira dos Santos (1941/1955), havia 30 paróquias e 14 sacerdotes.

Oiça aqui a reportagem e partilhe



Por VaticanNews