19 Visualizações

“Em treze anos de presença – diz o padre camiliano Galvani -, o crescimento tem sido mais visível do que nunca, reunindo em quatro casas de formação, três delas na ilha de Flores e uma na ilha de Timor, cerca de uma centena de jovens candidatos à vida missionária”. “Após treze anos de presença – afirma o missionário -, o grupo Camiliano Indonésio é atualmente composto por dez padres, seis diáconos, vinte e três religiosos professos, quatro noviços e cerca de sessenta seminaristas da filosofia”

Leia tudo