20 Visualizações

São Gregório de Nazianzo afirmou que a distinção de rico e pobre não vinha de Deus, porque a realidade humana, muitas vezes injusta, levou para isso, criando esta distinção, porém todas as pessoas são criaturas de Deus. No entanto aquilo que move à compaixão e à fraternidade é a pessoa estar ao lado dos humildes, dos pobres. O que diz a Escritura? Quem tem misericórdia do pobre, faz um empréstimo a Deus e ainda com a esmola e a fé se purificam os pecados, a pessoa viverá na graça.

Leia tudo