35 Visualizações

Liturgia Diária da 31ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira, 3 de novembro de 2022.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do Dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Filipenses 3, 3-8

Leitura da carta de são Paulo aos Filipenses:

Irmãos, 3os verdadeiros circuncidados somos nós, que prestamos culto pelo Espírito de Deus, colocamos a nossa glória em Cristo Jesus e não pomos confiança na carne. 4Aliás, também eu poderia pôr minha confiança na carne. Pois, se algum outro pensa que pode confiar na carne, eu mais ainda. 5Fui circuncidado no oitavo dia, sou da raça de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu filho de hebreus. Em relação à lei, fariseu; 6pelo zelo, perseguidor da Igreja de Deus; quanto à justiça que vem da lei, sempre irrepreensível. 7Mas essas coisas, que eram vantagens para mim, considerei-as como perda, por causa de Cristo. 8Na verdade, considero tudo como perda diante da vantagem suprema que consiste em conhecer a Cristo Jesus, meu Senhor.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Saiba mais:

Evangelho de Hoje 02 de Novembro – Fiéis Defuntos | Finados

Salmo

Salmo 104 (105)

Exulte o coração dos que buscam o Senhor!

– Cantai, entoai salmos para ele, publicai todas as suas maravilhas! Gloriai-vos em seu nome que é santo, exulte o coração que busca a Deus!

– Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face! Lembrai as maravilhas que ele fez, seus prodígios e as palavras de seus lábios!

– Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 15, 1-10

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

– Vinde a mim, todos vós que estais cansados, e descanso eu vos darei, diz o Senhor (Mt 11,28);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, 1os publicanos e pecadores aproximavam-se de Jesus para o escutar. 2Os fariseus, porém, e os mestres da lei criticavam Jesus: “Este homem acolhe os pecadores e faz refeição com eles”. 3Então, Jesus contou-lhes esta parábola: 4″Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma, não deixa as noventa e nove no deserto e vai atrás daquela que se perdeu, até encontrá-la? 5Quando a encontra, coloca-a nos ombros com alegria 6e, chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida!’ 7Eu vos digo, assim haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão. 8E se uma mulher tem dez moedas de prata e perde uma, não acende uma lâmpada, varre a casa e a procura cuidadosamente, até encontrá-la? 9Quando a encontra, reúne as amigas e vizinhas e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a moeda que tinha perdido!’ 10Por isso, eu vos digo, haverá alegria entre os anjos de Deus por um só pecador que se converte”.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Como você trata os pecadores que encontra? Você os evita, fala sobre eles, os ridiculariza, tem pena deles ou os ignora? Espero que não! Como você deve tratar o pecador? Jesus permitiu que eles se aproximassem Dele e estava atento a eles. Na verdade, Ele foi tão misericordioso e bondoso com o pecador que foi duramente criticado pelos fariseus e escribas. E você? Você está disposto a se associar com o pecador a ponto de se abrir para críticas?

É muito fácil ser duro e crítico com aqueles que “merecem”. Quando vemos alguém claramente se desviando, quase podemos nos sentir justificados em apontar o dedo e colocá-lo para baixo como se fôssemos melhores do que eles ou como se fossem sujeira. Que coisa fácil de fazer e que erro!

Se queremos ser como Jesus, devemos ter uma atitude muito diferente em relação a eles. Devemos agir de maneira diferente em relação a eles do que como podemos sentir vontade de agir. O pecado é feio e sujo. É fácil criticar alguém que está preso em um ciclo de pecado. No entanto, se fizermos isso, não somos diferentes dos fariseus e escribas do tempo de Jesus. E provavelmente receberemos o mesmo tratamento severo de Jesus por nossa falta de misericórdia.

É interessante que um dos únicos pecados que Jesus repreende consistentemente é o de julgamento e criticidade. É quase como se esse pecado fechasse a porta para a misericórdia de Deus em nossas vidas.

Reflita, hoje, sobre como você olha e trata aqueles cujos pecados são um tanto manifestos. Você os trata com misericórdia? Ou você reage com desdém e age com um coração julgador? Comprometa-se novamente com a misericórdia e uma completa falta de julgamento. O julgamento é de Cristo para dar, não seu. Você é chamado à misericórdia e compaixão. Se você puder oferecer exatamente isso, será muito mais parecido com nosso misericordioso Senhor.

Oração do Dia

Senhor de misericórdia, ajuda-me quando sinto vontade de ser duro e crítico. Ajude-me a voltar um olhar de compaixão para o pecador, vendo a bondade que Você colocou em suas almas antes de ver suas ações pecaminosas. Ajude-me a deixar o julgamento para você e, em vez disso, abraçar a misericórdia. Jesus eu confio em vós.

Por VaticanNews