10 Visualizações



4º Dia da Novena de Natal
Um tempo de solidariedade
“Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia.” (Lc 1, 54)

ORAÇÃO INICIAL PARA TODOS OS DIAS
DIRIGENTE/TODOS: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
DIRIGENTE: Deus, em sua graça, nos reúne para celebrarmos esta Novena de Natal. A cada ano o Senhor reacende em nós a esperança da salvação, alimenta a nossa confiança nele e deseja que o acolhamos com alegria. “Hoje sabereis que o Senhor vem e nos salva; amanhã vereis a sua glória” (Ex 16,6-7). Aproveitemos a oportunidade de esperarmos pelo Senhor, em família, em comunidade, com o mundo inteiro, nossa Casa comum.
TODOS: Bendito seja Deus/ que nos concedeu a graça de estarmos reunidos/ no amor de seu Filho bem amado/

Dirigente:
O Natal é um tempo de sensibilidade e gentileza. Deus vem habitar entre nós. A encarnação do Verbo compromete toda nossa vida. Se Deus assume nossa história, por que não podemos assumir sua presença em cada pessoa humana? De maneira especial, esse compromisso com a Palavra encarnada transborda no testemunho da fé em gestos bem concretos de partilha, na solidariedade e na promoção da dignidade humana. Deus se lembra de nós e não podemos nos esquecer de ninguém.

leitura da palavra de Lc 1,46-56

E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor,
47. meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador,
48. porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações,
49. porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.
50. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem.
51. Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos.
52. Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes.
53. Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos.
54. Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia,
55. conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre.
56. Maria ficou com Isabel cerca de 6 meses, depois voltou para casa

A misericórdia é um amor exigente de transformação. Um movimento que parte de dentro, do mais profundo de nós, para ir ao encontro da miséria do outro. Deixar Deus ser misericordioso com a gente, também é um exercício de humildade, porque percebemos nossas misérias e nos deixamos tocar por ele, como fez Maria.

Momento da prece
faca no silencio de seu coraçao sua prece prece e entregue à misericordia divina os mais nessecitados , que todos tenham um Natal Feliz

ORAÇÃO FINAL PARA TODOS OS DIAS

Nosso coração se tornou um presépio para acolher o Menino Jesus que vai chegar com luz e paz.
LEITOR 1: Deus de bondade, que teu presépio aconteça em nosso coração. Que tenhamos o silêncio de José, a admiração de Maria e a humildade dos pastores.

TODOS: Recria todas as coisas /e refaz cada ser humano à tua imagem e semelhança,/ segundo teu filho Jesus Cristo,/ por quem vem a graça e a verdade ao mundo. /Amém!

BÊNÇÃO FINAL
DIRIGENTE: O Senhor esteja conosco
TODOS: Ele está no meio de nós!
DIRIGENTE: Que Deus nos abençoe em seu amor de Pai, Filho e Espírito Santo.
TODOS: Amém.
DIRIGENTE: Que a paz de Cristo permaneça nesta casa e nesta família! TODOS: Graças a Deus!

Por Católicos Orantes Canal YouTube